Estudo revela que os bebés compreendem combinações de palavras ainda antes de as conseguirem pronunciar

Um estudo da Universidade de Edimburgo, na Escócia, sugere que a compreensão linguística dos bebés está muito além daquilo que são as suas primeiras palavras. De acordo com a investigação, que analisou crianças com 11-12 meses de idade, antes de conseguirem pronunciar as palavras, os bebés já conseguem reconhecer as suas combinações.

O estudo, cujos resultados foram publicados na revista científica Cognition, analisou o comportamento de 36 crianças com 11-12 meses, verificando que os bebés que estão prestes a começar a falar já são capazes de processar frases com várias palavras, como "batam palmas" (o estudo refere a expressão em inglês "clap your hands"). 

Esta informação vem trazer uma nova perspetiva sobre o desenvolvimento da compreensão linguística em bebés, mostrando que estes aprendem as palavras isoladas e as frases mais complexas no mesmo período, em vez de começarem com palavras isoladas e evoluírem para frases.  

"Estudos anteriores mostraram que os bebés reconhecem muitas palavras comuns. Mas este é o primeiro estudo que demonstra que os bebés retiram e 'armazenam' mais do que palavras soltas das conversas do dia a dia. Isto sugere que, quando aprendem a língua, as crianças constroem unidades linguísticas de várias dimensões, incluindo sequências de palavras e não apenas palavras isoladas", aponta a investigadora Barbora Skarabela, da Faculdade de Filosofia, Psicologia e Ciências da Linguagem da Universidade de Edimburgo.  

"Isto pode explicar porque é que os adultos que aprendem uma segunda língua, que tendam basear-se em palavras individuais, ficam muitas vezes aquém da proeficiência nativa na forma como encadeiam as palavras em frases", acrescenta a especialista. 

 

Fonte: https://www.nih.gov/news-events/news-releases/study-identifies-cardiovascular-risk-factors-may-lead-pregnancy-problems-first-time-moms